Controle Social

Principal

Projetos na Saúde

Atualizada em

 

Projetos: Auditoria Cívica na Saúde (2016) e de Olho na Saúde (2019)

 


Os projetos objetivaram envolver camadas da sociedade civil organizada e capacitá-las, para que fosse realizada as auditorias cívicas, a fim de atuar conjuntamente com a administração pública na consolidação e resolução dos apontamentos listados nos relatórios de auditoria produzidos no âmbito das unidades de saúde.

O primeiro projeto foi executado no dia 10 de junho de 2016, quando aproximadamente 300 auditores cívicos visitaram 63 unidades básicas de saúde distribuídas em 17 Regiões Administrativas do DF.

Após a capacitação dos auditores cívicos, foram produzidos relatórios de auditoria com apontamentos do que foi observado e passível de melhorias no âmbito da unidade de Saúde participante. Tais relatórios visaram criar elementos e subsidiar as ações prioritárias a serem adotadas pela administração pública para dirimir as possíveis falhas apontadas na prestação do serviço de saúde público.

O estreitamento da relação entre administração pública e sociedade provocou a conscientização da população envolvida acerca de algumas limitações de atuação dos gestores, prioridades das ações que envolvam o maior número de pessoas atendidas, restrições orçamentárias, dentre outros. Houve, ainda, a troca de percepções entre administração e administrados para maior alinhamento.

Já em 2019 a Controladoria-Geral iniciou o novo projeto De Olho na Saúde com o intuito de integrar Administrações Regionais, os conselhos de saúde e os hospitais públicos do Distrito Federal por meio da capacitação de voluntários (conselheiros, servidores, cidadãos) para a realização de auditorias cívicas em unidades de saúde, nos quais foram produzidos relatórios que identificaram diversos pontos de melhoria elencados pelos participantes e consolidados pela administração pública.

Auditores cívicos foram capacitados, dentre conselheiros de saúde e servidores das Administrações Regionais do Paranoá, Itapoã, São Sebastiao e Jardim Botânico.

O objetivo da capacitação foi criar competências para o exercício do Controle Social e preparar os participantes para auditar o Hospital Regional Leste, local onde foi executado o projeto piloto. No total, 30 auditores cívicos foram capacitados.

Os projetos atenderam o objetivo de empoderar o cidadão para que este pudesse atuar ativamente nas questões de simples resolução, independentemente da atuação da administração pública, com o intuito de elencar pontos de melhoria que pudessem ser alvo de ação da comunidade em prol do incremento das atividades das unidades de saúde alvo dos projetos.

 

Capacitação 2016


 


 

 

 

 

 

AUDITORIA 2019

 


Durante a realização do projeto no Hospital Regional Leste os auditores cívicos auditaram o centro cirúrgico, a clínica médica, a UTI, a classificação de risco e a farmácia.

 

INTERVENÇÃO 2019

 


Decorrente dessas auditorias, foram produzidos 5 relatórios de auditoria que serviram de base para o desenvolvimento das seguintes intervenções:

– Mutirão da sociedade para reparos de mobiliário e revitalização de áreas;

– Ação social com parceiros do projeto para pacientes nas áreas de odontologia, massagens, assistência jurídica e corte de cabelos;

– Criação de campanhas de conscientização de pacientes de classificação verde – pacientes que podem ser atendidos em unidades de saúde de baixa complexidade;

– Definição de workflow de controle de bens móveis e insumos;

– Definição de modelos para publicitação das boas práticas do hospital – aumentando assim, a transparência das ações;


 

 

 

 

 

 



PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com